Banif reduziu quadro de pessoal em 463 trabalhadores e fechou 72 agências em 2014

Citamos

Lusa

O Banif acelerou a execução das medidas previstas no seu plano de reestruturação, tendo reduzido o quadro de pessoal em 463 funcionários e fechado 72 balcões no ano passado, informou hoje o banco.

No âmbito do processo de transformação em curso, o ano de 2014 foi caracterizado pela forte aceleração das medidas previstas no plano de reestruturação, nomeadamente, através da antecipação dos planos de encerramento de agências e de reorganização dos serviços centrais e estruturas intermédias comerciais”, revelou em comunicado a entidade liderada por Jorge Tomé.

O Banif realçou que “apesar do impacto negativo em termos de custos de reestruturação registados em 2014, estas medidas foram consideradas críticas no sentido de possibilitar o reajustamento do modelo de negócio do banco, tendo em conta o atual enquadramento regulamentar e económico, e que se irá consubstanciar no reforço de reduções de custos a partir de 2015, inclusive”.

No que respeita ao número de agências bancárias em Portugal, registou-se uma diminuição de 72 agências entre dezembro de 2013 e dezembro de 2014.

Já no que toca ao seu quadro de pessoal, o número de colaboradores do grupo em dezembro de 2014 situou-se nos 2.733 trabalhadores, número que compara com 3.196 funcionários em dezembro de 2013, ou seja, uma redução homóloga de 14,5%.

Ao nível do Banif S.A., isto é, a atividade doméstica do banco, a redução foi ainda mais significativa, tendo terminado o ano de 2014 com 1.935 colaboradores, face aos 2.328 que apresentava em dezembro de 2013, ou seja, uma redução de 17%.

“Para a concretização deste objectivo foi fundamental a operacionalização de um programa de rescisões voluntárias, pré-reformas e reformas antecipadas que envolveu cerca de 400 colaboradores”, destacou o banco.