Banco ‘mau’ do Banif recebe ‘prenda’ de 18,4 milhões vinda de Malta

Citamos

Notícias ao Minuto

Veículo criado para gerir participações em ativos que o Santander Totta não quis comprar já tem receitas para ajudar a equilibrar balanço financeiro.

De Malta veio uma pequena ajuda para compensar os cofres do Estado pela intervenção no Banif. De acordo com o Jornal de Negócios, a venda da subsidiária do banco madeirense em solo maltês irá contar para o balanço do novo veículo de gestão dos ativos ‘tóxicos’, ajudando a tapar o ‘buraco’ financeiro.

A venda de cerca de 78% do Banif Bank em dezembro rendeu 18,4 milhões de euros aos cofres da empresa-mãe, dinheiro que será agora transferido para a Naviget e gerido pelo Fundo de Resolução.

A equipa liderada por José Beberan Ramalho ganha margem de manobra para gerir a entidade que detém também posições na Açoreana Seguros, na subsidiária espanhola do Banif e algumas unidades imobiliárias. A Naviget é também responsável por cerca de 560 trabalhadores que não foram transferidos para o Santander Totta.