Afinal porque pagámos 3.000 milhões?

Citamos

Negócios Opinião André Veríssimo

Quando os contribuintes são chamados a entrar com 3.000 milhões de euros num banco, manda a probidade que exista total transparência sobre o que se passou e sejam apuradas todas as responsabilidades.

E há muitas questões por responder. Porque se precipitou a resolução do Banif naquele domingo? Não é indiferente. Isso serviu os interesses de alguém. E por alguém se ter servido disso podem …