Espanhol Santander diz não descartar aquisições

Citamos

Globo

‘Meta é elevar a participação de mercado e a rentabilidade’, diz presidente.
Instituição comprou o banco de menor porte Banif em Portugal.

O banco espanhol Santander não descarta aquisições para crescer em alguns de seus principais mercados, disse a presidente do conselho da instituição, Ana Botín, nesta sexta-feira (18), embora o banco almeje principalmente crescer organicamente.

“Nossa meta é elevar a participação de mercado e a rentabilidade”, disse Botín em encontro de acionistas na cidade portuária de Santander, na Espanha, onde o banco foi fundado.

“Não posso descartar futuras aquisições ‘bolt-on’ (normalmente de companhias menores) em nossos principais mercados, como fizemos em Portugal, desde que façam sentido estratégico e financeiro.”

O Santander comprou o banco de menor porte Banif em Portugal no fim do ano passado.

Botin disse que o Santander está confiante de que cumprirá suas metas de rentabilidade e capital para 2018.

Lucro
O banco Santander Brasil registrou lucro líquido de R$ 6,624 bilhões em 2015. Em relação ao ano anterior, quando os ganhos atingiram R$ 5,850 bilhões, o lucro cresceu 13,2%. O lucro líquido do espanhol Santander despencou 98%, afetado por encargos no Reino Unido e desaceleração da receita no Brasil, dois de seus mercados mais importantes.