Comissária europeia não vem. Responde por escrito

Citamos

Observador

A Comissária da concorrência é mais uma responsável europeia que recusa vir à comissão de inquérito ao Banif, Mas ao contrário do BCE, Vestager está disponível para responder por escrito.

A comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, já declinou o convite para vir à comissão parlamentar de inquérito ao Banif responder a perguntas sobre o papel da Comissão Europeia no processo que conduziu à resolução do banco.

Segundo Luís Marques Guedes, o deputado que liderou esta terça-feira os trabalhos da comissão, Vestager está disponível para responder por escrito e aguarda as perguntas da comissão. A comissária que lidera a direção geral mais poderosa de Bruxelas é a última personalidade europeia a recusar participar ao vivo nos trabalhos da comissão de inquérito ao Banif.

As restrições da concorrência europeia têm sido apontadas pelas autoridades portuguesas como um fator determinante no afunilar de soluções para o Banif. Primeiro por causa das objeções ao plano de reestruturação e depois pelas limitações no processo de venda que acabaram por conduzir a uma resolução.

O presidente do Banco Central Europeu, Mário Draghi, escreveu na semana passada ao Parlamento justificando porque é os altos responsáveis do BCE, não podiam ser ouvidos em comissões de inquérito dos parlamentos nacionais, a propósito dos pedidos para ouvir Vítor Constâncio e Danièle Nouy, presidente do Conselho de Supervisão. Constâncio está disponível para responder por escrito sobre a sua atuação como governador do Banco de Portugal.