Petição pelos investidores não qualificados do BES e Banif procura 4 mil assinaturas

Citamos

Diário de Notícias da Madeira

Iniciativa disponibiliza vários locais para os interessados, dois dos quais no Funchal, mas também em Caracas, Panamá, Miami e Madrid

A iniciativa dos emigrantes madeirenses que teve início na Venezuela, com a recolha de assinaturas para uma petição pública, que visa chegar à Assembleia da República Portuguesa, para “protecção de investidores não qualificados”, expande-se agora para a Madeira e outros territórios.

A petição começou em Caracas, onde são disponibilizados quatro locais para os interessados em dar o apoio à reivindicação. O objectivo é recolher o número mínimo de assinaturas, 4 mil, de cidadãos portugueses para assim poder dar entrada no Parlamento para discussão.

No Funchal são disponibilizados dois locais, outro em Miami, outro no Panamá e, ainda, em Madrid. Veja o documento na imagem.

Os organizadores da petição pública explicam que “uma grande parte da comunidade portuguesa ficou afectada pela resolução do BES e do Banif, vendo dissipadas as suas poupanças de toda uma vida, através de esquemas bancários fraudulentos”. E acrescentam: “Urge socorrer esta comunidade.”

Para sensibilizar as pessoas, lembram que “ajudar é fácil”. E incentivam: “Vá ao lugar indicado, com os seu bilhete de identidade ou cartão de cidadão ou uma cópia dele. Contacte os voluntários indicados para este fim e preencha o formulário com a sua informação.”